Após Avaliação, médico receita hidroxicloroquina e azitromicina para fazer o tratamento por sete dias em casa

Uma experiência na cidade de Floriano, que trata pacientes com sintomas leves da covid-19, chama atenção da classe médica e do Ministério da Saúde.

Floriano foi uma das primeiras cidades no Brasil a ofertar na rede de Atenção Básica do município a cloroquina e azitromicina, medicação utilizada no tratamento da covid-19.

A Secretaria Municipal de Floriano, cidade localizada a 244 km de Teresina, está distribuindo kit de hidroxicloroquina e azitromicima para pacientes fazerem o tratamento em casa. Um total de 21 pacientes estão sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde de Floriano e tem conseguido bons resultados.

Nesta quinta-feira (14), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, está em Floriano para conhecer o novo protocolo adotado de forma domiciliar e entre pacientes internados no Hospital Tibério Nunes.

O tratamento conta com orientação da médica Marina Bucar Barjud, que trabalha na linha de frente no combate à doença no Hospital HM Puerta del Sur, em Madrid, na Espanha.

A Secretaria de Saúde de Floriano adquiriu 300 kits da medicação utilizada em fase inicial do tratamento da Covid-19 (cloroquina e azitromicina).

O secretário Municipal de Saúde de Floriano, James Rodrigues, explica o método.

O paciente com sintomas leves da covid-19 – tosse, febre – procura a UBS da Funasa e lá a pessoa passará por uma série de avaliações médicas e exames como tomografia, eletrocardiograma e exames de sangue. A UBS é a referência no município para tratar e distribuir os medicamentos.

Após avaliação, o paciente leva um kit de medicamentos – hidroxicloroquina e azitromicina – para fazer o tratamento por sete dias em casa.

fonte: cidadeverde