Covas anuncia rodízio de carros ampliado

‘Momentos extremos exigem medidas extremas’, disse o prefeito durante coletiva na manhã desta quinta (7). Medida valerá em toda a cidade, a partir de segunda (11), durante as 24h do dia, inclusive aos sábados e domingos.

A prefeitura de São Paulo vai limitar a circulação de carros na cidade por meio de um esquema de um rodízio ampliado e mais restritivo. A medida foi anunciada na manhã desta quinta-feira (7) pelo prefeito Bruno Covas (PSDB). “Momentos extremos exigem medidas extremas”, afirmou Covas.

A partir de segunda-feira (11), carros com placas de final par só poderão rodar em dias pares e veículos com final ímpar, nos dias ímpares. A medida vale para toda a cidade, não apenas o centro expandido, durante as 24 horas do dia, inclusive aos sábados e domingos.

“Essa é uma medida necessária para que a gente evite ter que decretar o lockdown na cidade de São Paulo”, defendeu o prefeito durante coletiva de imprensa virtual.

Resumo da medida:
rodízio de carros passa a valer a partir desta segunda (11) para toda a cidade e não apenas no centro expandido
carros com placa final par (0, 2, 4, 6 e 8) só poderão circular nos dias pares
carros com placa final ímpar (1, 3, 5, 7 e 9) só poderão circular nos dias ímpares
medida vale durante as 24h do dia e inclui sábados e domingos
táxis são isentos
motoristas de aplicativos terão de rodar nos seus dias de placas, ou seja, par ou ímpar. O mesmo vale para funcionários de padarias, supermercados, pet shops, lotéricas, farmácias e demais funcionários de serviços comerciais
a exceção será concedida apenas aos profissionais de saúde e agregados (técnicos, enfermeiros, funcionários que trabalham em hospitais) e ao setor de abastecimento (energia, gás, água)
veículos de imprensa são isentos desde que sejam cadastrados
circulação de motos está liberada