Ministro Fachin remete ao plenário do STF pedido da PGR para suspender inquérito das fake news

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu, nesta quinta-feira (28), encaminhar para deliberação do plenário da Corte o pedido apresentado ontem pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, para suspender as investigações do chamado “inquérito das fake news”.

O pedido foi feito após a deflagração de operação da Polícia Federal para cumprir mandados de busca e apreensão contra pessoas que estariam vinculadas a uma rede de disseminação de notícias falsas. Os alvos são empresários, blogueiros e políticos aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

As ações, cumpridas no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina, foram autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito.