Nova fase da operação que investiga corrupção em obras do Rodoanel

Foram expedidos 4 mandados de busca e apreensão em SP e Salvador. São investigados crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (29) a segunda fase da Operação Pedra no Caminho, que apura indícios de corrupção em obras do trecho Norte do Rodoanel. Nesta etapa, somente mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em endereços ligados à construtora OAS, na Bahia e em São Paulo.

Em junho do ano passado, na primeira fase da operação, 14 pessoas foram presas em São Paulo. Na época, o Ministério Público estimava superfaturamento nas obras do Rodoanel Norte da ordem de R$ 600 milhões.